Lula abre evento e exposição em celebração aos 30 anos do Ibase

Na conferência Cidadania e Política, que abriu as comemorações do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) nesta terça-feira (9), Lula parabenizou a entidade pelas iniciativas para ampliar a cidadania ativa no país nos últimos 30 anos.

O ex-presidente também lembrou da luta contra a fome e a miséria empreendida pelo sociólogo Hebert de Souza, o Betinho, um dos fundadores do Ibase. “Eu sabia que a fome era um problema social que tinha que ser transformada num problema político. E ai foi importante o papel do Betinho, que conseguiu nacionalizar um problema dos anônimos desse país”, disse. Entusiasmada, a plateia aplaudiu o discurso em vários momentos.

Lula ressaltou a importância da autonomia dos movimentos sociais e da abertura do governo para o diálogo com a sociedade civil. “Fizemos várias reuniões com o Ibase para organizar o Fórum Social Mundial, isso sem impor nenhuma vez o que vocês deveriam fazer. Começamos a receber no palácio do planalto pessoas que nunca o haviam frequentado. Eu duvido que tenha existido um governo que tenha exercido uma relação com a sociedade mais democrática do que o nosso”, afirmou.

No evento, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, prestou uma homenagem ao Ibase e inaugurou um carimbo comemorativo com a imagem de Betinho.

Após a conferência, Lula ainda visitou a exposição “Betinho e o Ibase”, parte das atividades públicas do Ibase 30 na Caixa Cultural. A exposição é gratuita e poderá ser vista até 18 de setembro. As conferências “Cidadania e…” e a mostra de filmes “Cinema é política” também continuarão durante todo o mês de agosto. Confira aqui a programação completa.