Após 22 anos de trabalho, Nahyda Franca se despede do Ibase

Nahyda Franca sempre foi exemplo de pesquisadora-ativista, daquelas pessoas que transformam seu tema de estudo em modo de vida. Educadora, mestre e especializada em questões ambientais, Nahyda teve sua primeira experiência no Ibase em 1999, como consultora em diagnósticos socioambientais participativos e planos de ação para a Ilha de Paquetá, região da Baía de Guanabara (RJ), que havia acabado de sofrer um grande desastre ambiental.

“Educadora-gente fina-apaixonada pela natureza”, Nahyda também atuou em projetos como a Agenda Social Rio, na formação de Conselhos de Unidades de Conservação no Rio de Janeiro, no Sistema de Indicadores de Cidadania (Incid) e, mais recentemente, com os impactos da mineração e do petróleo em comunidades tradicionais.

Depois de uma longa e comprometida presença como colaboradora do Ibase, Nahyda não faz mais parte do quadro de profissionais contratados(as). Agradecemos os anos de rica convivência e desejamos tudo de melhor em sua nova caminhada. Sua dedicação ao Ibase virou semente e dará frutos, como o ciclo da natureza nos ensina.