Cancelamento da COP 25 surpreende ONGs latino-americanas

Participantes da XXII reunião da Rlie, em Bogotá.

Terminou hoje, 30 de outubro, em Bogotá, na Colômbia, a XXII reunião da Rede Latino-americana sobre as Indústrias Extrativas (Rlie). O encontro teve como agenda principal a definição das estratégias para atuação da rede durante a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP25), inicialmente prevista para acontecer de 2 a 13 de dezembro, no Chile.

 

Surpreendidos pelo anúncio de cancelamento da COP 25, feito hoje pelo presidente chileno Sebastián Piñera, os(as) participantes da reunião ainda aguardam um comunicado oficial da ONU sobre a possibilidade de a conferência ser realizada em outro país: “Esse cancelamento é algo inédito. Antes, a COP 25 estava prevista para acontecer no Brasil, mas houve a desistência por parte do governo federal. Agora, o governo chileno alega que não tem condições de sediar o evento. Com menos de dois meses para a data marcada, fica difícil encontrar uma solução tão rapidamente” – explica Athayde Motta, diretor do Ibase, que esteve presente no encontro em Bogotá.

 

Segundo o diretor do Ibase, essa indefinição cria uma frustração em parte da sociedade civil organizada que estava empenhada em participar da COP e propor saídas para o efeito estufa e mudanças climáticas: “Sabemos que existem experiências que estão dando certo e estamos num esforço para dar visibilidade a seus resultados. A COP 25, por ser na América Latina, seria uma ótima oportunidade para as ONGs brasileiras e de toda a região. Agora, nos resta aguardar e ver de que forma poderemos agir. Vamos ficar atentos e divulgar assim que tivermos novas informações”.

 

O Ibase é a única organização brasileira a fazer parte da Rlie – uma articulação que agrupa organizações do México, Guatemala, Peru, Equador, Bolívia, Chile e Brasil em prol de ações alternativas ao modelo de desenvolvimento dependente de indústrias extrativas que violam os direitos de pessoas e da terra.

 

Para saber mais sobre a Rlie, acesse aqui