Ibase participa dos 25 dias de ativismo das Mulheres Negras no Rio de Janeiro

Até 1° de agosto, seminários, rodas de conversas, atos públicos e saraus marcam as ações dos 25 dias de ativismo das Mulheres Negras no Rio de Janeiro.

A mobilização é nacional e faz parte das atividades em torno do Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, comemorado em 25 de julho. Mulheres negras de todo o Brasil estão articuladas para promover uma agenda política e cultural de ações de enfrentamento ao racismo, pela defesa, promoção e garantia de direitos.

O Ibase faz parte deste movimento através do projeto “Mulheres Negras Fortalecidas na Luta contra o Racismo e o Machismo”, que tem como um dos objetivos principais empoderar grupos de mulheres e jovens negras para o enfrentamento de violações de direitos humanos. 

Para Helen Nizinga, estagiária do projeto do Ibase, os 25 dias de ativismo das Mulheres Negras do Rio de Janeiro são importantes para articular as redes e dar visibilidade às causas que são pauta dentro do movimento. “Sofremos muitas violências todos os dias. Nossa luta é mais do que justa. Nossa luta é pela vida”, ressalta Helen.

Entre as ações dos 25 dias de ativismo das Mulheres Negras do Rio de Janeiro está um ato na Central do Brasil, dia 25/07, às 15h, e a Marcha das Mulheres Negras em Copacabana, a partir das 9h do dia 30.