Cidadania Ativa e Acesso à Justiça reúne pesquisadores(as) e Grupo de Referência do projeto

O projeto Cidadania Ativa e Acesso à Justiça realizou seu primeiro encontro com o Grupo de Referência Técnico- Científico (GRTC). Realizada online, a reunião estreitou os laços entre a equipe técnica e aqueles(as) que formam o grupo que serve como pilar de orientação às ações do projeto.

Além da apresentação formal dos(as) da equipe ao GRTC, foram discutidos no encontro alguns indicadores que norteiam o projeto, e a campanha “É seu direito!”, divulgada no mês de setembro e que teve como objetivo difundir informações de qualidade sobre direitos e acesso à justiça durante a pandemia do coronavírus.

CONHEÇA O PERFIL DOS(AS) PARTICIPANTES DO GRTC

Para a coordenadora do projeto, Manuela Amaral, o encontro mostrou que a equipe envolvida está afinada com os objetivos do projeto e totalmente apropriada da pesquisa. “Foi ótimo ver todos(as) os(as) envolvidos(as) nesse projeto podendo dialogar, mesmo que virtualmente. Esse encontro nos mostrou que estamos no caminho certo”, avalia.

Além dos(as) participantes do GRTC, também esteve presente na reunião Adrian Di Giovanni, gerente de programas do International Development Centre Research (IDRC), do Canadá, instituição que apoia o projeto. Cidadania Ativa e Acesso à Justiça é realizado pelo Ibase, atua nos territórios do Complexo do Borel, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e no Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O projeto é feito em parceria com o coletivo Brota na Laje e o Fórum Comunitário de Jardim Gramacho.