Acordo de Escazu protagoniza evento em espaço oficial da COP-25

Ibase participa de debate ao lado de organizações internacionais

A manhã do dia 5 começou protagonizada pelos direitos humanos em um dos principais espaços brasileiros na COP-25 (Madri, Espanha), o Brazil Climate Hub, na zona azul, organizado pelo Instituto Clima e Sociedade. A diretora adjunta do Ibase, Rita Brandão, foi uma das participantes do debate, ao lado de Karina Pena e Paloma Costa (Engajamundo), Nanna Birk (LIFE/Alemanha) e Isadora Cardoso (GenderCC-Women for Climate Justice) que fez a moderação. Cerca de 30 pessoas acompanharam a atividade (capacidade máxima da sala).

Para Rita, poder refletir a importância do Acordo de Escazu para América Latina e entender a importância dos dispositivos em um contexto de emergência climática, em um momento tão delicado para o Brasil foi uma oportunidade valiosa. “Os 4 eixos do Acordo de Escazu são fundamentais, mas, neste momento, fortalecer a defesa dos direitos daqueles que dedicam suas vidas aos direitos de outros humanos é necessário para o Brasil, que ocupa a quarta posição dos países que mais matam ativistas no mundo”, afirma. E completa lembrando que o direito sobre o meio ambiente (território, água, alimentação saudável etc) faz parte dos direitos humanos, embora nem sempre isso seja lembrado.

E se por um lado a palavra de ordem da COP-25 é ambição (no sentido de avançar mais os acordos e conter as mudanças climáticas), por outro, é também inclusão. Para Isadora Cardoso, raça e gênero precisam ocupar um espaço maior nesse debate, e Rita concorda: “… a perspectiva diversa sobre gênero, raça, o urbano, a favela e todas as diversidades nos fazem refletir e voltar ao Brasil com propostas muitos concretas de ação para formação política, por meio de materiais, atuando em territórios e encontrando as melhores ferramentas para traduzir caminhos de acesso à justiça”, completa Rita.

O Ibase participará ainda de mais um debate amanhã, 6, sobre a relação direta das ameaças à democracia e os biomas latino americanos. A programação está no link.