ONGs são contra compensações florestais no mercado de carbono

 

Foto: Douglas Freitas / Amigos da Terra Brasil

Nesta segunda feira (09/12), mais de 60 organizações assinaram o manifesto “COP 25 – Não aos offsets florestais no Artigo 6 do Acordo de Paris“, no qual defendem a posição histórica do Brasil contra as florestas no mercado de carbono.

Movimentos sociais, ONGs, órgãos representativos, entidades indígenas e de comunidades tradicionais manifestaram seu apoio. O Ibase também assina o documento.

As entidades denunciam o offset florestal como uma falsa solução: “alguns atores têm usado a COP25, a crise política pela qual o país passa e os dramáticos retrocessos ambientais, em especial na Amazônia e no Cerrado, como pretexto para demandar medidas a favor de monetizar os ativos florestais do pais, criando possibilidades para mercantilizar a floresta, que seria transformada em créditos de CO2 para compensar as emissões de GEE de outros países. As organizações signatárias do documento veem tais proposições com preocupação e defendem a manutenção do posicionamento histórico do Brasil contra offsets florestais, concordando que qualquer mudança nesse sentido colocaria em risco a integridade ambiental do país e do planeta.”, diz a nota.

Leia mais no link .