Casa cheia para Análise de Conjuntura

Casa cheia para o primeiro encontro mensal de conjuntura de 2018 (Foto: Clara Araújo / Ibase)

Abril foi o mês de recomeçarem os encontros mensais sobre conjuntura no Ibase. Com a casa cheia, temas como a prisão do ex-presidente Lula, os rumos da esquerda e da direita, o crescimento do fascismo no país e toda a repercussão sobre a execução de Marielle Franco e de Anderson Gomes esquentaram a conversa que ocorreu no dia 09.

Entre os presentes, a participação na conversa foi intensa. Uma troca livre de ideias, bem no tom da história das análises de conjuntura iniciadas por Betinho. Um dos pontos mais debatidos foi o crescimento das demonstrações de ódio no país. Um sentimento que parecia ter sido superado – ou ao menos apaziguado – durante anos mas que, nos últimos tempos vêm à tona sem meias palavras.

A apropriação da internet, pensada, em sua criação, como um bem de todas e de todos, por grandes empresas também esteve em debate. Assim como a necessidade de revisão e de auto reflexão da esquerda no Brasil para que seja possível, novamente, disputar corações e mentes na sociedade.

As análises de conjuntura são abertas ao público e acontecem na sede do Ibase, sempre às segundas segundas-feiras de cada mês.